Fungos no equipamento e como evita-los / by Ruben Mália

Fungos numa Canon 17-40mm

Fungos numa Canon 17-40mm

Os Fungos no equipamento fotográfico é um tema que muito poucas vezes tenho visto a ser abordado, e que me tem causado algumas dores de cabeça ao longo dos tempos. Espero que ao partilhar aqui a solução que encontrei possa servir de ajuda para alguém que se depare com o mesmo problema.

Eu vivo numa casa que durante o Inverno sofre imenso com problemas de humidade, daí até que me surgissem os primeiros fungos nas objectivas era um curto passo, isto se já nem contarmos com algumas situações em que o equipamento está exposto a chuva ou salpicos de água salgada do mar.
Apesar do cuidado que tenho sempre com o equipamento, uma vez por outra eles apareciam nas objectivas, daí que tive de começar a investigar qual a melhor forma de guardar o equipamento nas nossas casas ou estúdios e proteger o equipamento.

Como surgem os Fungos? 
Os fungos são esporos que viajam pelo ar e que podem entrar e instalar-se no interior de câmaras e objectivas. O seu desenvolvimento é ajudado pela humidade, temperaturas altas e ambientes escuros e pouco ventilados ( Fonte )

Durante as minhas pesquisas, tentei obter algumas recomendações dos técnicos que habitualmente cuidam da manutenção e reparação do meu equipamento.
Eis as dicas que eles me deram:

  • Limpar com alguma frequência os equipamentos, especialmente após o uso.

  • Guardar o material numa caixa transparente, que permita a entrada de luz e raios UV que são responsáveis por eliminar os fungos.  (Quem tiver possibilidade pode investir numa Drybox, que tanto quanto consegui ler é uma opção mais cara, mas "tecnicamente" melhor)

  • Dentro da mesma caixa, colocar um bom numero de sacos de sílica para ajudar a reduzir a humidade.

Há ainda um 4º ponto, que gostaria de acrescentar e que pelo menos para mim, tornou-se uma ajuda preciosa, que é a aquisição de um Higrómetro.
Ao colocar um higrómetro no interior da caixa, vai ajudar (especialmente no inverno) a controlar de forma mais precisa os níveis de humidade dentro da caixa, que no seu ponto ideal deverão rondar entre os 20 e os 40%. (Atenção para não deixar baixar demasiado os níveis de humidade porque irá começar a causar problemas de secagem de algumas borrachas)
Para os interessados encontrei um por aproximadamente 10€ no Leroy Merlin.
De resto, basta apenas ir controlando com os sacos da sílica os níveis de humidade até chegar a um ponto desejável.

Alguns artigos mencionam a colocação do equipamento num local onde esteja directamente exposto ao sol, e que os raios consomem directamente os fungos, mas há quem contra-argumente que devido ao coating que as objectivas hoje em dia levam, que é quase uma missão impossível conseguir fazer que os raios UV entrem nas objectivas e limpem as lentes de fungos.
O ideal será mesmo levar a um técnico para uma limpeza profunda de forma a evitar o re-aparecimento do fungo e ter o material guardado num local que não seja propicio ao seu crescimento.
Espero que este post vos ajude.
RM